@OTogaPreta - UTILIDADE PÚBLICA

O SUPORTE DA INTERNET NA PROMOÇÃO DE DESTINOS TURÍSTICO (TEXTO ANTIGO MAS ATUAL)

O SUPORTE DA INTERNET NA PROMOÇÃO DE DESTINOS TURÍSTICO (TEXTO ANTIGO MAS ATUAL)

2011-02-13 01:53

 

O Suporte da Internet na Promoção de Destinos Turísticos

25/4/2007 - André da Silva Santos


Este artigo propõe uma reflexão sobre a possibilidade de uso da internet como um suporte para a promoção de destinos turísticos. Um ambiente virtual de promoção e auxilio para agentes da atividade turística na divulgação e na busca de informações sobre a localidade.




Introdução

No atual mercado, composto por inúmeros destinos turísticos em todo o planeta, torna-se imprescindível destacar-se como uma destinação deste segmento. Convivendo com uma gigante quantidade de micro-empresários e grandes grupos internacionais em diversos núcleos receptivos é possível perceber o nível de concorrência e a fragilidade em que se encontram muitos destinos turísticos. Através de uma complexa rede de transporte e de sistemas globais de reserva o mercado tem se comunicado e vendido o seu pacote de serviços concorrendo em escala global.

Mas como destacar-se neste segmento, que contam com agências em cada esquina e concorrentes em todo o mundo? Encontrar meios alternativos onde seja possível concomitantemente com os canais atuais promover o destino, tornou-se uma necessidade e um grande “problema”. Para pequenos, médios e grandes empresários depender exclusivamente de intermediários não é mais, sequer permitido, pois esta dependência de antigos canais  de distribuição de produtos tem levado à falência, muitas empresas.

Este artigo, portanto, propõe uma reflexão sobre a importância de se construir um ambiente virtual, para a promoção de destinos turísticos na internet. Somando a possibilidade de centralizar, dando suporte às ações de marketing na localidade receptora e emissiva, como uma estratégia de desintermediação utilizando a virtualização de forma profissional.


Desenvolvimento

A internet surgiu, para muitos empresários, como o meio barato, fácil e rápido para atingir à demanda turística real e potencial. Constituída, segundo Ruscmann (1991), de um número grande de pessoas, em regiões ou países diferentes que compõem mercados distintos. Vender diretamente a esse público, geograficamente pulverizado, é certamente uma operação complexa, ou mesmo, de guerra. Tornar possível o sonho de atrair novos consumidores para o seu produto ou serviço, sem depender exclusivamente das agências ou promoções de pacotes das operadoras requer estratégias inteligentes e principalmente simples.
A virtualização permite, sim, promover um destino. Entretanto é imprescindível perceber a importância de estabelecer um padrão de qualidade superior na comunicação e na imagem do destino turístico para concorrer na internet.

Do ponto de vista do consumidor a atividade turística em seu produto compõe-se basicamente, segundo Ruschmann (1991), das “atrações do núcleo receptor, às facilidades que são oferecidas ao turista, e às vias e meios de acesso”. O site  de um destino turístico evidentemente, deve propiciar ao visitante e potencial turista a visão perfeita do que efetivamente o destino tem “de melhor”, permitindo-o ter informações sobre aspectos do produto que o visitante realmente anseia encontrar no site. Estes aspectos trabalhados de uma forma lúdica e expondo as imagens juntamente com textos construídos na localidade servirão para mostrar o que é essa localidade do ponto de vista dos receptores.

É interessante, no momento da efetiva elaboração de um site sobre um destino, buscar uma identidade já estabelecida na comunidade, ou auxiliar o seu desvendamento, pois os destinos turísticos ainda em processo de planejamento ou mesmo iniciando a implantação do seu “trade ” podem sofrer de uma artificial tentativa de identificação.

Desenvolver um ambiente virtual onde seja possível ter uma visão real do que compõe o destino só é possível quando a ação é efetivamente local. A virtualização tem sido usada, em inúmeros casos, como uma estratégia de ampliar o alcance da promoção do produto turístico. Ao observar sites como, o “citybrazil”, ou o “Vai Brasil” entre outros site, é possível perceber que o universo de informações é grande e gera uma imensa quantidade de páginas sem utilidade ou representatividade nos sites constituídos de “templates ” automáticos.

Para que o visitante possa “encantar-se”, ou seja, para que o potencial turista tenha a oportunidade de decidir pelo destino, o site tem que gerar em suas páginas e mecanismos os dados e um conjunto de informações qualitativamente adequados permitindo ao visitante o poder de finalizar seu processo de decisão. Para a escolha do destino ideal de suas eventuais próximas férias, a informação com a qualidade exigida, só pode ser gerada a partir da localidade, pois embora a ação na internet seja aparentemente global, o ato de informar é local e deve estar arraigado na localidade.

Colaborador Institucional

Para respaldar as empresas e o próprio destino é preciso que se desenvolva um ambiente institucional, onde seja possível dispor informações técnicas pertinentes à comercialização do destino. Expondo os dados das empresas e das localidades para que seja possível atender, neste mesmo site, empresas de agenciamento, organizadoras de eventos, transportadoras, gestores locais e pesquisadores do setor entre outros na sua captação de dados para “trabalharem” a localidade.

Neste outro ambiente permite-se a inclusão de dados, em seus registros relativos à quantidade de empreendimentos por segmento, identificando o padrão dos serviços prestados, a capacidade de atendimento, a localização e a forma de contato. Observa-se a necessidade ainda, da geração de um banco de fotos, mapas, entre outros materiais promocionais com alta qualidade gráfica para a utilização na promoção do destino com licença adequada de uso das respectivas imagens. Sobre isto Igarrara faz a seguinte abordagem:
primeiramente o produto turístico deve contar com material promocional que possibilite vender ao comprador a imagem deste produto. O material promocional pode ser de vários tipo: posters, cartazes, folhetos, shell folders, shell letters, postais, vídeos, CDRom’s, mapas turísticos, etc. ( Igarrara 1999, p.89).

A distribuição do material promocional pode e deve ser feito por meios regulares como a mala-direta, encarte em revistas e via correio. Entretanto é possível utilizar o site para que agências interessadas possam de forma independente copiar e editar o conteúdo com o auxilio de uma gráfica para ter um impresso personalizado da localidade com a marca da agência de viagens.

Quanto ao registro de dados da localidade, no caso da hotelaria é importante ressaltar a necessidade desse cadastro, pois permite verificar o padrão, a capacidade de ocupação, a quantidade de funcionários que falam fluentemente uma ou mais línguas estrangeiras além de dados mais detalhados como: número de unidades habitacionais, leitos, funcionários fixos e flutuantes, padrão em estrelas, capacidade de seus restaurantes, bares e dados técnicos dos seus ambientes para eventos.

Outra importante utilidade para o site institucional é a criação de um banco de dados sobre fornecedores locais e regionais que podem ou já prestam serviço ao destino. Possibilitando assim uma maior facilidade para a instalação de novos empresário da localidade ou mesmo para o fortalecimento dos já antigos empresários na sua gestão de compras.

Torna-se interessante possibilitar no ambiente institucional do site a possibilidade de centralizar informações sobre vagas de emprego, gerando um banco de dados de profissionais e, até mesmo, intermediar a contratação. Sendo assim, tem-se  uma resposta mais rápida e efetiva do mercado de trabalho, permitindo a privacidade do empregador o que lhe evita constrangimentos ou mesmo conflitos com a localidade.

Comercialização Interna

O site pode tornar-se, ainda, uma ferramenta de promoção e comercialização de pacotes elaborados pelo “trade” turístico local. Isso irá possibilitar expor pacotes segmentados e especialmente planejados observando o conjunto de recursos já disponíveis, ou mesmo, formatando serviços novos para produtos novos utilizando equipamentos da localidade onde o “trade” teria feito adaptações necessárias para a formatação destes produtos.

Vantagens na Tradução

Um ponto de interesse em construir um site sobre um destino é permitir o barateamento da tradução, pois é possível organizar em um único site informações do “trade” turístico somada a informações sobre os atrativos da localidade. Diminuindo o custo de tradução que, se ocorre em sites individuais teria um custo unitário alto, um tempo maior de desenvolvimento, e pouco controle de qualidade.

Um importante aspecto da tradução em um site regional é o controle sobre a qualidade dos textos, permitindo assim observações dos atores locais. Isso tornará difícil ocorrer disseminação de conteúdo pejorativo e demasiadamente folclórico sobre a localidade, ou mesmo, falso.

O site, a concorrência e a qualidade

A qualidade da informação e o seu tratamento como já dito na questão da tradução, têm que ser feito com grande preocupação, pois um conteúdo frágil, ou mesmo descuidado, pode gerar uma imagem depreciativa do destino e do profissionalismo dos empreendedores da localidade. Portanto deve-se trabalhar com grande envolvimento, pois a promoção inadequada gera o afastamento do potencial e arredio turista. Portanto, o site não pode ser construído de forma amadora.

Percebe-se que muitos empresários do setor hoteleiro constróem seu site para atrair hóspedes, esquecendo-se de se organizarem como destino, trabalhando de forma cooperativa para promover o destino na internet. Segundo Igarrara (1999) “O turista, na maioria das vezes, primeiro escolhe o local para viajar para depois escolher o hotel aonde se hospedar”, portanto os atores locais devem primeiramente concentrar-se em cooperar, concorrendo com os outros destinos para depois de conquistado o turista, conquistar o hóspede.

Motivação

A construção em conjunto de um portal sobre um determinado destino turístico tem como vantagem a possibilidade de estruturar um ambiente virtual de baixo custo e alta qualidade focado em atrair novos clientes, fidelizar os turistas, fortalecer o setor privado local e valorizar a comunidade. Possibilita-se ainda, expor todo o “trade” local, centralizar informações sobre fornecedores, permitir o acesso facilitado a informações para empresas de turismo emissivo  além de colaborar com pesquisadores e estudantes do setor na disponibilização de informações técnicas.

Objetivos estendidos:

  • Aumentar o fluxo do destino turístico
  • Centralizar informações sobre o setor
  • Promover o contato com fornecedores e parceiros externos
  •  Valorizar a comunidade
  •  Dar visibilidade a todos os integrantes da cadeia produtiva do turismo local
  • Promoção do Site

    Um ponto de observação é a necessidade de se promover o site continuamente, pois este deve passar a centralizar informações e servir como referência para as empresas no momento de busca de clientes. Portanto, ressalta-se a importância de se estabelecer em um único site informações sobre toda a rede local de turismo, pois é interessante salientar que a internet pode ser um meio confuso de informação e se depender apenas de buscadores e portais “estranhos ” à localidade pode gerar um baixo retorno. Portanto o site deve ser “levado ” para eventos, e constar em todos os impressos dos empreendimentos locais.

    Planejamento e Gestão do Site

    O site deve ter como “ancoradouro ” o organismo local de planejamento participativo, e deve ter seu registro vinculado ao órgão público de turismo da região. Podendo ser da esfera federal ou municipal, ou ainda pertencente a uma entidade do terceiro setor focada na atividade turística e que em sua atividade integre todo o destino.

    O planejamento do site deve ser moldado de acordo com os anseios dos atores regionais, em sintonia com o planejamento local do turismo ou seus programas, estando vinculado principalmente à escolha de estratégia de marketing. Torna-se relevante perceber o papel dos atores locais na construção do site e de seu conteúdo, pois estes devem participar refletindo e indicando os caminhos para a construção da imagem da localidade no site.

    Percebe-se a necessidade do estímulo para que os diversos atores e principalmente os gestores públicos do turismo sintam-se imbuídos a refletir sobre ações de promoção no ambiente virtual. Esta ação-estratégica, tem, como já colocado, ligação direta com o planejamento local do turismo, observando-se a sua importância para profissionalizar e dar suporte para a efetiva comercialização do destino turístico em que trabalham. Torna-se válido ressaltar que um portal sobre um destino turístico necessita de “nortes” que só podem ser dados a partir de um planejamento efetivamente integral e participativo para, através desse planejamento, fornecer os caminhos de marketing e promoção que permitam a coerente formatação do site.


     

    [1] Neste texto o termo site é entendido como sinônimo de portal na internet, web site e  página.

     

    [2] Trade turístico é o conjunto de empreendimentos do setor de turismo.

     

    [3] O termo templates refere-se a um mecanismo de criação de sites uniformizados e automático.

     

    [4] O termo empresas de turismo emissivo compreende agências de viagens, operadoras, organizadores de eventos que podem gerar fluxo de visitantes.

     

    [5] Estranhos: refere-se à sites de outras localidades.

     

    [6] Levado, neste caso refere-se à participação de eventos de turismo onde o site poderia ser promovido.   

     

    [7] O termo Ancoradouro no texto refere-se a uma subordinação.

     


    Referências

    BISSOLI, Maria Ângela Marques Ambrizi. Planejamento turístico municipal com suporte em sistemas de informação. São Paulo: Futura, 1999.

    DOS ANJOS, Edwaldo; SOUZA, Felipe; RAMOS, Karen. Novas tecnologias e Turismo: um estudo de caso do site Vai Brasil. Caderno Virtual de Turismo. Vol. 6, N°4 (2006).

    GONÇALVES, Augusta Lorena Santana. A importância do planejamento governamental do turismo: O Prodetur na Bahia: BAHIA ANÁLISE & DADOS. Salvador, v. 12, n.2, p. 101-114, setembro 2002.

    IGARRARA, Luiz Renato. Fundamentos do Turismo. São Paulo: Pioneira, 1999.

    RUSCHMANN, Doris. Marketing Turístico: Um enfoque promocional. Campinas, SP: Papirus, 1991.

    WAINBERG, J.A. Turismo e comunicação: a indústria da diferença. São Paulo: Contexto, 2002.

    Internet:
    http://www.bahia.com.br/ 11/04/2007
    http://www.turismo.gov.br/ 15/04/2007
    http://www.vaibrasil.com.br/ 16/04/2007
    http://www.citybrazil.com.br/ 16/04/2007
    http://www.ondehospedar.com.br/ 18/04/2007
    http://www.hotelinsite.com.br/ 18/04/2007



    André da Silva Santos é Bacharel em Turismo
    Cidade: Salvador
    Revisão do artigo: Jônatas Conceição da Silva

    Contato

    SUPORTE AO TURISTA

    oliveflavio@hotmail.com

    Pesquisar no site

    NOTÍCIAS SOBRE TURISMO

    Saiba como visitar mais de 80 atrações turísticas em New York, de maneira barata e segura e se beneficiar de ofertas!

      Como usufruir dos encantos de Nova York, gastando pouco? Imaginem uma viagem já com um roteiro de passeios prontos? Mantenha seu precioso Dinheirinho, na carteira de forma que quanto mais atrações em Nova York você visitar,mais você irá economizar. Pode-se visitar 80 atrações usando apenas...

    São Paulo e Nova York estendem parceria promocional Fonte: PanRotas - Categoria: Turismo - 21/06/2012 18:58h

      A São Paulo Turismo (SPTuris) e a NYC & Company, organização de marketing e turismo de Nova York, nos Estados Unidos, ampliaram hoje um acordo para promover e estimular as viagens entre as duas cidades até 2013. Como parte do acordo, originalmente assinado em março de 2011, ambos os...

    TAM Viagens ainda tem opções de roteiros para as férias de julho

        A duas semanas, três em alguns casos, das férias escolares, a TAM Viagens ainda tem opções de roteiros para o mês de julho. Muitos deles, com destino a cidades do Nordeste do País, oferecem um atrativo a mais. Conforme as características de...

    NOTÍCIAS SOBRE TURISMO

    Saiba como visitar mais de 80 atrações turísticas em New York, de maneira barata e segura e se beneficiar de ofertas!

      Como usufruir dos encantos de Nova York, gastando pouco? Imaginem uma viagem já com um roteiro de passeios prontos? Mantenha seu precioso Dinheirinho, na carteira de forma que quanto mais atrações em Nova York você visitar,mais você irá economizar. Pode-se visitar 80 atrações usando apenas...

    São Paulo e Nova York estendem parceria promocional Fonte: PanRotas - Categoria: Turismo - 21/06/2012 18:58h

      A São Paulo Turismo (SPTuris) e a NYC & Company, organização de marketing e turismo de Nova York, nos Estados Unidos, ampliaram hoje um acordo para promover e estimular as viagens entre as duas cidades até 2013. Como parte do acordo, originalmente assinado em março de 2011, ambos os...

    TAM Viagens ainda tem opções de roteiros para as férias de julho

        A duas semanas, três em alguns casos, das férias escolares, a TAM Viagens ainda tem opções de roteiros para o mês de julho. Muitos deles, com destino a cidades do Nordeste do País, oferecem um atrativo a mais. Conforme as características de...

    EMBAER REFORÇA MANUTENÇÃO DO E-190 POR RISCO DE TRINCA.

    Achei interessante publicar este artigo de 2 meses atrás, pegando um gancho em meu último artigo " Estamos seguros quando viajamos de avião?" Embraer reforça manutenção do E-190 por risco de trinca Artigo publicado em: 24 maio, 2011, terça-feira às 14:47 em Noticias, Outros ESTADO DE...

    ESTAMOS CORRENDO PERIGO VIAJANDO DE AVIÃO?

    Peso e Balanceamento         Imagine a seguinte situação hipotética:             Num voo de avião modelo Seneca sairam para o voo dois pilotos (cada um com 80Kg). Compareceram dois PAX (cada um com 85Kg). O voo deveria ser...

    COMO ARRUMAR UMA MALA DE VIAGEM

    Como arrumar um mala de viagem.     A mala é essencial em uma viagem, mas pode virar um estorvo quando arrumada sem critérios. Não é à toa que no Brasil o utensílio já virou sinônimo para gente chata. Existem alguns truques que ajudam na hora de escolher os pertences e organizá-los no...

    DICAS PARA ALUGUEL DE UM CARRO

     Os 10 mandameto para aluguel de um carro. Muitos turistas preferencialmente viajam de avião,mas  existem aqueles que preferem alugar um carro para viajarem ou ainda chegando ao destino turístico, alugam para se locomoverem entre os point de turismo da localidade.Devemos ter sempre em...

    PREOCUPAÇÃO COM A INFRA ESTRUTURA PAULISTA PARA COPA 2014

    Comissão ouve SP Turismo sobre intervenções para a Copa Gute Garbelotto / CMSP Os membros da Comissão de Trânsito, Transporte, Atividade Econômica, Turismo, Lazer e Gastronomia estão preocupados com a infra-estrutura da capital paulista para a Copa do Mundo de 2014. A apreensão levou o ...

    RIO DE JANEIRO -TURISTA JÁ PODE REGISTRAR OCORRÊNCIAS DE ASSSATOS SOFRIDOS NA ZONA SUL VIA INTERNET

    Novidade - Confiram Turistas assaltados poderão registrar a ocorrência pela internet no hotel Publicada em 02/03/2011 às 23h50m Ana Claudia Costa R1 R2 R3 R4 Share12   RIO - A partir desta quinta-feira, o turista que for roubado ou furtado na Zona Sul não precisará...

    ROTA TURÍSTICA PARA DEFICIENTE VISUAL

    Rota turística do MT cria trilha para deficiente visual Empresa na Chapada dos Guimarães aproveita peculiaridades da vegetação do cerrado para promover inclusão no turismo Débora Carvalho www.saopaulodiario.com     ...

    © 2011 Todos os direitos reservados ao Site Suporte ao Turista

    Crie um site gratuitoWebnode

    We have confirmed that you have successfully installed the StatCounter code on your homepage and at least one other page . Well done!